11 de agosto de 2019, 18:30

MUNDOCoreia do Norte diz que Kim supervisionou testes de sistema de armas

A Coreia do Norte afirmou que o líder Kim Jong-un supervisionou testes de um novo sistema de armas não especificado, o que estendeu uma sequência de demonstrações vista como tentativa de criar poder antes de negociações com os Estados Unidos. A informação da mídia estatal da Coreia do Norte veio horas depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer que Kim expressou o desejo de se encontrar novamente com ele para discussões nucleares após exercícios militares conjuntos dos EUA com a Coreia do Sul terminarem. Trump disse ainda que o líder norte-coreano se desculpou pelos recentes lançamentos balísticos de curto alcance.

Em nota separada, o Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte criticou a Coreia do Sul por manter seus ensaios militares com os EUA, e disse que futuros diálogos serão feitos apenas por Pyongyang e Washington, e não entre as Coreias. Na véspera, o Exército da Coreia do Sul afirmou que detectou lançamentos da Coreia do Norte de o que pareciam ser mísseis de curto alcance no mar. A quinta rodada de lançamentos de armas da Coreia do Norte em menos de três semanas foi vista como um protesto pelo ritmo lento das negociações nucleares com os Estados Unidos e pela continuidade dos exercícios militares conjuntos norte-americanos e sul-coreanos que, de acordo com a Coreia do Norte, são ensaios de uma invasão.

Estadão

Comentários