14 de agosto de 2019, 11:10

BAHIABahia recebe nota C do Tesouro e não tem garantia da União para contrair empréstimos

Foto: Divulgação

Relatório do Tesouro Nacional divulgado nesta quarta-feira (14) mostra que a Bahia recebeu, pelo terceiro ano seguido, nota C por sua Capacidade de Pagamento (Capag), o que significa um risco elevado de não honrar suas dívidas. Com isso, o Estado figura na lista de 17 unidades federativas (com notas C e D) sem garantias da União para contrair empréstimos de bancos e outras entidades. O aval do governo federal viabiliza operações a juros mais baixos. O documento aponta que o único estado com nota A é o Espírito Santo.

Dos nove estados com nota B, seis deles – Acre, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná e São Paulo – têm chances altas de rebaixamento. Ainda segundo o relatório, 12 estados estouraram o limite de gastos com pessoal. As piores avaliações estão com Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, os três com nota D. “Para esses Estados, faz-se necessário esforço maior em aumentar a receita e cortar gastos”, diz o documento. Os dados referem-se ao ano de 2018.

Comentários