12 de junho de 2019, 17:45

BRASILPelo Twitter, Coronel pede a Bolsonaro anulação da pena do ex-presidente Lula

Foto: Divulgação

Senador Angelo Coronel (PSD-BA)

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) solicitou, na tarde desta quarta-feira (12), ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), a anulação da pena do ex-presidente Lula (PT) – após mensagens vazadas atribuídas ao então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, com o procurador Deltan Dallagnol, do Ministério Público Federal (MPF). Na troca de mensagens divulgadas pelo site “The Intercept Brasil” no domingo (9), membros da força-tarefa fazem referências a casos como o processo do tríplex no Guarujá que culminou na prisão e condenação do ex-presidente. O petista está preso na Superintendência da Polícia federal de Curitiba desde o dia 7 de abril do ano passado. “Para amenizar a injustiça, com a possível mudança na história das eleições 2018 por uma aparente conspiração, o presidente @jairbolsonaro deveria, num gesto de grandeza, conceder a “GRAÇA” a @LulaOficial, ou seja, anulação da pena”, postou o senador em seu Twitter. Ainda em seu perfil oficial, o senador baiano sugeriu que o Conselho Penitenciário, conforme a Lei de Execução Penal, deveria elaborar um parecer a ser enviado ao ministro da Justiça e, em seguida, “submetido à decisão do presidente da República para o consentimento final com a anulação da pena”. “A GRAÇA é ato de vontade privativa do presidente, consoante art. 84, XII, da CF. A condenação de LULA precisa ser revista. Os fatos estão aí. Vamos deixar de lado a política. É uma questão de justiça e de respeito ao MP e ao judiciário. Vamos lá presidente! Coragem…grandeza…”, bradou Coronel. Sobre seu requerimento protocolado no Senado que solicita a convocação do procurador Deltan Dallagnol para prestar esclarecimentos, o senador informou que será votado na próxima sessão marcada para quarta-feira (19). “Como o ministro Moro estará na CCJ do @SenadoFederal na quarta q vem (19), o requerimento q protocolei ficou prejudicado. Sobre o outro requerimento – convite ao procurador @deltanmd -, a presidente da Comissão, @SimoneTebetms, disse q será o 1o item da pauta na próxima reunião”, explicou Coronel também em seu Twitter.

Comentários