15 de maio de 2019, 15:30

BAHIAAlém de Bolsonaro, Rui Costa também é alvo de protestos

Foto: Agência Brasil

Governador da Bahia Rui Costa (PT)

Além do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador da Bahia Rui Costa (PT) também foi alvo dos manifestantes que participaram do ato contras o corte de recursos na educação. Professores das universidades estaduais, que estão em greve há mais um mês e com os salários congelados desde 2015, elegeram o governador como alvo. Levaram faixas e cartazes com críticas aos cortes no orçamento estadual para as universidades. Conforme revelou a Folha de S.Paulo, entre 2017 e 2018, o governo baiano deixou de aplicar R$ 110 milhões -diferença entre o valor orçado e o empenhado- nas quatro universidades estaduais baianas. Com um cartaz no qual chamava Rui Costa de “Bolsonaro petista”, a designer e servidora pública Tainá Moraes criticou os cortes nas universidades baianas e o fechamento de escolas estaduais. Também criticou a política de segurança de Rui Costa e o comparou governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC). “A única diferença é que ele não sobe no helicóptero. Mas chegou comparar policiais que matam a artilheiros em frente ao gol”, afirmou. Em cima de um carro de som, deputado estadual Hilton Coelho (PSOL) também criticou os cortes do governador Rui Costa nas universidades: “Os professores precisam ser respeitados e valorizados”.

Folhapress

Comentários