17 de abril de 2019, 08:26

BAHIANilo defende que PT apoie aliado à sucessão de Rui mas não comenta “Risco Leão”

Foto: Divulgação/Arquivo

Deputado federal Marcelo Nilo, que se declara pré-candidato à sucessão estadual de 2022

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) defendeu em entrevista à Tribuna que o PT abra mão de concorrer à sucessão do governador Rui Costa (PT), apoiando um candidato do grupo de partidos aliados. Ele admitiu interesse pessoal na disputa, alegando que se encontra hoje num partido forte, no qual pode conquistar apoios para a empreitada. Como o PT vai para 16 anos (no comando do governo), eu acho que o candidato em 2022 tem que ser um aliado até porque Rui não pode ser candidato (à própria sucessão) e (o senador Jaques) Wagner já demonstrou que não quer. Então, está na hora de ser um aliado”, declarou, sem avaliar, no entanto, o cenário que seria criado na eventualidade de o governador abrir mão do fim do mandato para concorrer à Presidência da República ou ao Senado, o que permitiria a posse, em seu lugar, do vice, João Leão (PP), o qual se tornaria candidato natural à sucessão estadual.

Comentários