13 de março de 2019, 07:05

ECONOMIAEconomia quer defesa mais firme da reforma

Com emendas liberadas e cargos sendo preenchidos, o Ministério da Economia quer obrigar os parlamentares governistas a sair do armário numa defesa mais enfática da Nova Previdência. Em reunião recente, um dos auxiliares de Rogério Marinho lembrou que quem é contra as mudanças malha a proposta todos os dias, enquanto quem é a favor só abre a boca de vez em quando, mesmo assim fala em tese e sempre faz ressalvas. Para a equipe econômica, deputados e senadores precisam agora virar soldados da causa em vez de só beliscarem nacos do poder central. Quem colheu impressões do ex-presidente FHC sobre a entrevista de Paulo Guedes ao Estado ouviu mais ou menos isto: o ministro fala de ex cathedra, tem boas ideias e intenções, mas ainda desconhece a realidade da política. A reunião de Paulo Guedes com líderes da Câmara para conversar sobre Previdência foi adiada para hoje. Deve ocorrer um almoço na residência oficial do presidente da Casa, Rodrigo Maia.

Estadão

Comentários