14 de março de 2019, 18:06

SALVADORCâmara divulga cronograma para convocação de concursados

Foto: Reginaldo Ipê/CMS

O presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior, em reunião com a Comissão dos Aprovados do Concurso

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) vai convocar, ainda este ano, 32 aprovados no concurso realizado em fevereiro de 2018. Em abril, serão nomeados 11 novos servidores. O anúncio foi feito pelo presidente Geraldo Júnior (SD) em reunião com a Comissão dos Aprovados do Concurso da CMS, nesta quinta-feira (14), no Salão Nobre da Casa. Também participaram do encontro o vereador Marcos Mendes (PSOL), o diretor administrativo André Ferraz, a procuradora-chefe Mila Sampaio, o subprocurador Marcus Vinícius Gonçalves e o assistente administrativo Cesar Fael. O cronograma apresentado pelo presidente prevê ainda a convocação de quatro aprovados em junho e outros 17 em novembro. “Só podemos fazer o que a lei permite. Essa convocação está dentro do que permite nossa dotação orçamentária”, afirmou Geraldo Júnior. A apresentação da lista dos convocados ficou a cargo de André Ferraz. Para a convocação de abril o diretor prevê que sejam chamados cinco assistentes legislativos e seis analistas das seguintes áreas: Cerimonial (1), Gabinete da Presidência – Centro de Cultura (1), Gestão de Pessoas (1), Taquigrafia (1) e Área Legislativa (2). Para junho, está prevista a nomeação de dois analistas de tramitação, um analista de taquigrafia e um arquiteto. Em novembro será publicada a convocação de 11 assistentes legislativos e seis analistas nas áreas de Gestão de Pessoas (2), Licitação, Contratos e Convênios (1), Tramitação (1), Assistente Social (1) e analista de TI (1). “Temos a intenção de chamar os outros 28 aprovados em 2020, mas dependemos da definição do orçamento deste ano para poder garantir essa convocação”, afirmou André Ferraz. O concurso da Câmara abriu 60 vagas, sendo 26 para cargos de nível médio e 34 para nível superior. “Ficamos felizes que já houve um avanço, mas gostaríamos de adiantar a convocação de novembro para junho. É um pedido que a comissão faz à presidência”, disse a representante da comissão dos aprovados, Marcela Souza.

Comentários