6 de fevereiro de 2019, 09:07

EXCLUSIVAGeraldo Jr. aborta manobra para tirar Aladilce Souza da mesa da Câmara Municipal

Foto: Divulgação/Arquivo

Vereadora Aladilce Souza

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Jr. (SD), brecou ontem uma manobra que poderia ter tirado a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) do cargo de Ouvidora da Casa. Aladilce integra hoje o grupo de oposição na Câmara que se dividiu e deixou, de um lado, seu partido, o PSB e o vereador José Trindade (Podemos), e, do outro, os demais vereadores do Podemos, inclusive o líder da oposição, Sidninho, a vereadora Ana Rita Tavares e o PT. Com a separação, o grupo que controla a liderança oposicionista passou a exigir o cargo de Aladilce, mudança que exigiria uma votação pelo plenário. A alteração contava com a simpatia do Palácio Thomé de Souza, que sinalizou ao líder do governo, Henrique Carballal (PV), autorização para encaminhar a votação. Ao ser comunicado da disposição, Geraldo Jr. reagiu. “Não é o Executivo que manda. Como vou fazer isso com uma colega?”, questionou o presidente. O plano do grupo era dar a Ouvidoria a Marta Rodrigues ou a Moisés Rocha, do PT.

Leia também:

Suíca nega que grupo de oposição tenha tentado tirar Aladilce de Ouvidoria na Câmara

Comentários