12 de janeiro de 2019, 11:05

BRASILTorre de energia e concessionária de veículos sofrem ataques no Ceará

Foto: Jarbas de Oliveira

Uma torre de transmissão da Chesf, da subestação de Maracanaú, foi derrubada na madrugada deste sábado

Neste sábado, 11º dia da onda de violência no Ceará, criminosos derrubaram uma torre de transmissão de energia e explodiram uma bomba em uma concessionária de veículos. A primeira ação ocorreu ainda de madrugada, em Maracanaú, na Grande Fortaleza. A explosão da torre deixou moradores de muitos bairros de Fortaleza sem energia. Cidades da Região Metropolitana como Cascavel, Eusébio, Maranguape, Itaitinga e Maracanaú também sofreram cortes de energia. Já o ataque contra a concessionária foi registrado na avenida Avenida Washington Soares, na capital. Ele causou danos em veículos e em parte da estrutura da loja. Não há registro de feridos em nenhuma das ocorrências. Os suspeitos fugiram e estão sendo procurados. Ontem o governador Camilo Santana (PT) anunciou uma série de medidas para reforçar a segurança no Estado. Algumas propostas demandam a aprovação da Assembleia Legislativa do Ceará, que deve se reunir em sessão extraordinária ainda hoje para analisar as solicitações. Entre as medidas, anunciadas em vídeo pelo governador, estão: a convocação de policiais militares na reserva; aumento na quantidade de horas extras que podem ser pagas a policiais civis e militares, além dos bombeiros; criação da lei da recompensa, que prevê pagamento em dinheiro pelo Estado por informações da população que resultem na prevenção de atos criminosos e prisões; e convocação imediata de mais 220 agentes penitenciários para atuar no sistema. Outros 220 já haviam sido chamados na semana passada.

Estadão Conteúdo

Comentários