25 de janeiro de 2019, 14:21

MUNDOEx-assessor de Trump é preso em investigação sobre conluio com Rússia

Foto: EFE/ Jim Lo Scalzo

Roger Stone, ex-assessor de Trump preso no âmbito de investigação sobre possível conluio com a Rússia

Roger Stone, ex-assessor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi indiciado e preso nesta sexta-feira, 25, no âmbito da investigação do possível conluio entre a equipe de campanha do presidente eleito em 2016 e a Rússia, informou a imprensa americana. Stone foi acusado pelo promotor especial Robert Mueller em sete processos, incluindo obstrução de um procedimento oficial, falsos testemunhos e manipulação de testemunhas, segundo o jornal The New York Times e outros meios de comunicação citando fontes do gabinete de Mueller. Agentes do FBI prenderam Stone, de 66 anos, em sua casa em Fort Lauderdade, Flórida, informou a CNN. O porta-voz de Mueller disse que Stone será apresentado a um juiz da Flórida na tarde desta sexta. O procurador especial Mueller está conduzindo a investigação sobre a suposta conspiração russa, que constitui uma ameaça crescente à casa Branca. Trump nega qualquer conluio com Moscou e denunciou repetidamente uma “caça às bruxas”. / AFP

Estadão

Comentários