11 de janeiro de 2019, 19:36

BAHIAEstado assegura assistência no Hospital Regional Costa do Cacau

Foto: Divulgação

Hospital Regional Costa do Cacau

O atendimento no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, será mantido em plena capacidade operacional durante a fase de transição de gestão. O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, esteve no hospital na tarde desta sexta-feira (11) e se reuniu com os representantes do corpo clínico. Mesmo estando em fase de transição para uma nova organização social, que assumirá a gestão da unidade pelos próximos 60 meses, nenhum serviço no hospital será paralisado. “Tivemos uma reunião muito boa com o corpo clínico do Hospital Costa do Cacau, asseguramos os pagamentos dos médicos e alinhamos a garantia dos atendimentos eletivos e não urgentes”, afirmou Vilas-Boas. De acordo com o secretário, a conversa foi importante para liquidar quaisquer movimentos de paralisação dos profissionais. Com um ano em funcionamento, completado no dia 15 de dezembro, o HRCC já realizou mais de 180 mil procedimentos, entre os quais 30 mil atendimentos e mais de 3.500 cirurgias em nove especialidades, destacando-se 1.422 em ortopedia. O hospital oferece atendimento à população em 13 especialidades: clínica médica geral, cardiologia, saúde mental, neurologia, ortopedia, infectologia, urologia, nefrologia, terapia intensiva e cirurgia geral, ortopédica, neurológica e vascular. O serviço de diálise implantado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) reduziu a necessidade de transferências para outras unidades, atendendo exclusivamente os usuários em estado grave e que apresentam quadro de insuficiência renal. A unidade de saúde é também pioneira em serviços de cardiologia ofertados pelo SUS, realizando procedimentos de colocação de marca-passo; cardiodesfibrilador implantável, além dos serviços de hemodinâmica, como cateterismo, angioplastia e arteriografia. Localizado em Ilhéus, o HRCC também atende a outros 65 municípios da região sul da Bahia. O hospital, uma das maiores e mais modernas unidades de saúde da Rede Pública do Estado, possui 225 leitos, 195 destinados a internação e cirúrgicos e outros 30 leitos exclusivos para UTI Adulto; ambulatório, centro cirúrgico, parque de bioimagem completo, com equipamentos de última geração, incluindo ressonância magnética e tomógrafo.

Comentários