8 de novembro de 2018, 14:21

BRASILEm almoço, Alckmin e Doria discutem futuro do PSDB

Foto: Divulgação

João Doria e Geraldo Alckmin almoçam na cantina Piselli, nos Jardins

O presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, e o governador eleito de São Paulo, João Doria, almoçam nesta quinta-feira, 8, no restaurante Piselli, tradicional cantina dos Jardins, para discutir o futuro do partido. Alckmin e Doria defendem posições opostas sobre a participação e apoio do partido ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, do PSL. A relação entre Doria e Alckmin estava estremecida desde a campanha eleitoral no primeiro turno. Na última reunião da Executiva Nacional do PSDB em Brasília, após a eleição, Alckmin chamou Doria de “temerista” e insinuou que ele seria um “traidor”. Na manhã de hoje, Doria realizou uma entrevista coletiva ao lado dos outros dois governadores eleitos tucanos, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, e Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso do Sul. Ambos defenderam o apoio da legenda ao governo Bolsonaro. Os três também uniram forças para atuar dentro do PSDB. Leite chegou a defender a antecipação da Convenção Nacional do PSDB para maio. Ela está marcada para dezembro de 2019.

Estadão

Comentários