10 de outubro de 2018, 19:30

EXCLUSIVATJ adia julgamento que pode abrir perspectiva para Isaac Carvalho validar votos à Câmara

Foto: Divulgação/Arquivo

Candidato Isaac Carvalho, do PCdoB, concorreu a deputado federal apesar de enquadrado na lei da Ficha Limpa

O Tribunal de Justiça do Estado (TJ) adiou o julgamento, previsto para hoje, de um pedido para reconsiderar uma decisão que condenou o ex-prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho (PCdoB) e o tornou inelegível, apesar de já ter analisado o caso outras cinco vezes. Se a decisão for favorável a Isaac, abre a perspectiva para que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) valide os pouco mais de 100 mil votos que ele teve para deputado federal e foram anulados em decorrência de sua condenação pelo TJ, o que o enquadrou na lei da ficha limpa. Entre advogados que militam no Tribunal Eleitoral, a tese da garantia da posse a Isaac teria ganho força depois que cálculos concluíram que ele derrubará não o deputado federal reeleito José Rocha (PR), que pertence à base do governo, mas o oposicionista Leur Jr. (DEM), que, neste caso, terá que correr atrás do mandato por meio de um recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Comentários