11 de setembro de 2018, 16:56

INTERIOR DA BAHIAJustiça determina soltura de ex-presidente da Câmara de Correntina

Foto: Divulgação

O ex-presidente da Câmara Municipal de Correntina, Wesley Campos Aguiar

Em cumprimento a uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o juiz Ricardo Augusto Schmitt, da Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa, determinou a soltura de Wesley Campos Aguiar, ex-presidente da Câmara Municipal de Correntina, cidade que fica no extremo oeste baiano. Mais conhecido como “Maradona”, o vereador, que havia se apresentado à polícia no último dia 21 de agosto, terá de pagar fiança de R$ 30 mil. Wesley Aguiar é alvo da Operação Último Tango e é acusado de integrar uma organização criminosa suspeita de fraudar licitações.

Comentários