16 de setembro de 2018, 13:16

MUNDOGoverno da Síria realiza primeiras eleições municipais desde 2011

O governo de Bashar Al-assad realiza neste domingo as primeiras eleições municipais da Síria desde 2011, quando teve início a guerra civil no país. Mais de 40 mil candidatos concorrem a 18.478 cargos em diversas províncias, segundo o Ministério de Administração Local. Áreas dominadas por grupos de oposição e refugiados, contudo, foram excluídas das votações. Antes do início dos conflitos na Síria, cerca de 3 milhões de pessoas, de uma população total de 22 milhões, viviam em terras controladas por insurgentes, concentradas na província de Idlib, no norte, e regiões próximas. Além delas, cerca de 5,6 milhões de refugiados sírios não estão participando das eleições. A adesão dos eleitores foi modesta na capital Damasco, com a baixa expectativa de renovação nas administrações municipais. Há expectativa de que candidatos do atual grupo do governo, Baath, fiquem com a maior parte dos cargos. O partido controla órgãos políticos e de segurança da Síria desde a década de 1960. Em 2014, foram realizadas eleições presidenciais no país, mas apenas em áreas limitadas sob controle do regime de Bashar Al-assad. A guerra travada pelo presidente contra forças de oposição e o grupo Estado Islâmico já custou ao país mais de US$ 300 bilhões, de acordo com um estudo recente da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais de 400 mil pessoas foram mortas no conflito, segundo organizações.

Estadão Conteúdo

Comentários