18 de setembro de 2018, 08:45

MUNDOCristina Kirchner deve prestar hoje esclarecimentos à Justiça

Foto: Divulgação

Ex-presidente da Argentina e senadora Cristina Kirchner

A ex-presidente da Argentina e senadora Cristina Kirchner é esperada hoje (18) para prestar esclarecimentos ao juiz Sebastián Casanello, nos tribunais de Comodoro, em Buenos Aires, segundo a imprensa do país. Ela é investigada no processo sobre lavagem de dinheiro e fuga de capitais. É a segunda vez em menos de 24 horas que a ex-presidente é envolvida em questões judiciais. Ontem (17), no final da tarde, o juiz federal Claudio Bonadio decretou a prisão preventiva de Cristina Kirchner e 41 pessoas no processo apelidado de “cadernos de corrupção” sobre um esquema complexo de pagamento de propina e desvio de recursos. A ex-presidente foi acusada pelo juiz de ser a chefe da associação ilícita, responsável por comandar uma estrutura do Estado para a coleta de fundos ilegais. Porém, Cristina Kirchner é protegida pela imunidade parlamentar e sua perda depende do Congresso argentino. A prisão de Kirchner só será possível se dois terços dos senadores aprovarem a perda de seu foro privilegiado. Com base em declarações de políticos, apesar da coalizão governista Mudemos ser minoria na Câmara Alta, a possibilidade de os senadores abrirem mão da imunidade da presidente é mínima. A ex-presidente da Argentina foi formalmente acusada de liderar uma associação ilícita, de ser coautora e de receber propinas por 22 crimes, incluindo pagamento de subornos. O processo envolve correligionários de Cristina e Néstor Kirchner, além de empresários.

Agência Brasil

Comentários