2 de agosto de 2018, 17:00

INTERIOR DA BAHIAVereadores de Itatim ampliam denúncia contra prefeito

Foto: Divulgação

O prefeito Gilmar Nogueira (PSD)

Os vereadores de Itatim, no Recôncavo Baiano, que criaram uma CPI na Câmara Municipal da cidade para averiguar as ações do prefeito Gilmar Nogueira (PSD) cobram agora punição severa para os atos de improbidade, constatada pelo Ministério Público Federal que decretou bloqueio de mais de R 1,7 milhão das contas pessoais e dos bens do gestor, no mês de junho. “A análise das contas resultou na identificação de diversas irregularidades praticadas pelo prefeito que revelam crimes contra a lei de licitações, com possível ocorrência de desvio de recursos públicos e corrupção, além da prática de nepotismo com a contratação de vários parentes”, ressalta o vereador Amigo Inho (PP). “Queremos que os baianos tomem conhecimento desse fato grave. Não é justo que essas denúncias fiquem restritas à região de Itatim”, enfatiza o vereador José Machado (MDB).

Comentários