12 de julho de 2018, 07:29

BRASILWagner tenta impedir que PR apóie Ciro Gomes à Presidência da República

Foto: Divulgação/Arquivo

Ex-governador Jaques Wagner encontrou-se com o presidente do PR, Waldemar da Costa Neto, em Brasília

O ex-governador Jaques Wagner (PT) envolveu-se diretamente na montagem do Plano B do PT, apesar das alegações de que não topa, de jeito nenhum, ser o substituto do ex-presidente Lula na corrida presidencial. Wagner encontrou-se ontem com o presidente do PR, Waldemar da Costa Neto, numa operação para impedir que o partido apóie a candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência. A avaliação é a de que, sem Lula na disputa, Ciro pode tomar votos do eleitorado do PT, prejudicando o nome que os petistas lançarem no lugar do ex-presidente. O PT fez o mesmo movimento na direção do presidente do PP, Ciro Nogueira, e do PSB. Waldemar da Costa Neto, no entanto, deixou claro que o PR tende a fechar com o presidenciável Jair Bolsonaro, apesar de ter recebido a proposta de Wagner para que lance Josué Gomes à Presidência, se Lula não puder disputar.

Comentários