3 de julho de 2018, 17:55

MUNDOTrump quer fim de cotas raciais em universidades dos EUA

Foto: Estadão/Reprodução

O presidente dos EUA, Donald Trump

O governo de Donald Trump deseja encerrar um sistema de cotas vigente nos EUA, no qual faculdades e universidades americanas foram orientadas a usar cotas raciais em processos de admissão para promover a diversidade, afirmou nesta terça-feira, 3, uma fonte da administração. Dessa forma, Trump reverte mais uma medida da gestão de seu antecessor, Barack Obama. O anúncio recomendando a mudança deve ser feito ainda nesta terça-feira. A ideia é que o Departamento de Justiça anule um pacote de políticas que Obama instituiu em 2011 e 2016 para favorecer a admissão de estudantes de minorias raciais. A decisão ocorre meses antes de um julgamento para determinar se a Universidade de Harvard discriminou estudantes de origem asiática em um processo de admissão ao exigir deles mais conhecimento do que outros candidatos. O Departamento de Justiça participará do julgamento, que ocorre em outubro. O anúncio de Trump deve retomar a discussão sobre os critérios para a admissão no ensino superior dos EUA, tema sobre o qual a Suprema Corte já se posicionou diversas vezes desde a década de 70. Em junho de 2016, a mais alta instância jurídica do país reafirmou a necessidade dos critérios de cotas ao decidir contra a jovem branca Abigail Noel Fisher. Abigail processou a Universidade do Texas em 2008 porque não foi admitida já que a universidade aplicou os critérios que priorizavam jovens de minorias.

Estadão Conteúdo

Comentários