31 de julho de 2018, 19:30

MUNDOAvião da Embraer com 101 a bordo sofre acidente no México; todos sobrevivem

Foto: Reprodução/Twitter

Imagens de televisão mostram a parte traseira do avião em uma vegetação e uma coluna de fumaça subindo ao ar

Um avião da companhia Aeroméxico com 97 passageiros e 4 tripulantes a bordo sofreu um acidente nesta terça-feira, 31, no Aeroporto de Guadalupe Victoria, no Estado de Durango, no norte do país. O governador do Estado de Durango, José Rosas Aispuro, afirmou em seu Twitter que todos a bordo sobreviveram. Há 85 feridos, a maioria sem gravidade, e 18 foram levados para hospitais. A Aeroméxico afirmou que o voo 2431 cobria a rota Durango – Cidade do México, operada por um avião da Embraer 190 com capacidade para 100 passageiros. Procurada, a Embraer informou que está apurando as informações sobre o acidente, segundo a assessoria de imprensa da fabricante. “A Aeroméxico tem conhecimento de um acidente em Durango e estamos trabalhando para verificar a informação e obter os detalhes”, comunicou a companhia em sua conta no Twitter. O avião tentou decolar em meio a uma forte chuva de granizo, mas não conseguiu e fez um pouso forçado fora da pista, em um terreno com mato. Segundo passageiros, “ao decolar, o avião fez um movimento anormal e ocorreu o acidente”, disse o governador de Durango à TV Milenio. O site El Siglo afirma que informações não oficiais relatam que a aeronave teria se chocado com algum objeto logo que decolou. Um repórter do Siglo publicou em seu Twitter algumas imagens do acidente. Segundo o porta-voz da Proteção Civil de Durango, Alejandro Cardoza, em entrevista à Milenio Televisión, há 85 pessoas feridas. “O fogo começou depois da aterrissagem forçada que o piloto precisou fazer. Ao que parece, felizmente, ninguém sofreu queimaduras”, disse Cardoza. Ele acrescentou que os ferimentos da maioria dos passageiros foram “muito leves”. Imagens de televisão mostram a parte traseira do avião com o logo da Aeroméxico em uma vegetação e uma coluna de fumaça subindo ao ar. A agência France Presse afirmou, citando testemunhas, que há ao menos 80 feridos. Um repórter da rede Milenio disse que alguns passageiros caminharam a uma rodovia próxima para pedir ajuda. “Faço votos para que a tripulação e todos os passageiros estejam bem”, escreveu o presidente Enrique Peña Nieto no Twitter.

Estadão Conteúdo

Comentários