28 de junho de 2018, 19:01

EXCLUSIVALúcio diz que unidade só sai se for em torno do candidato do MDB ao governo

Foto: Divulgação/Arquivo

Deputado federal Lúcio Vieira Lima, presidente estadual do MDB

O presidente do MDB da Bahia, deputado federal Lúcio Vieira Lima, disse hoje que só há uma forma de o partido participar do projeto de unidade das oposições no Estado: se for em torno do pré-candidato do MDB ao governo, João Santana. “Não entendo porque dizem que João Santana vai apoiar este ou aquele candidato. O MDB tem tempo de têvê, tem recursos do fundo partidário e tem candidatos a deputado federal e estadual. Não há hipótese de isso acontecer. A unidade não existe, porque os demais não escolheram apoiar a candidatura de João Santana”, afirmou o presidente estadual do MDB, observando, inclusive, que a legenda não será empecilho para montar uma chapinha (para as eleições proporcionais) ou uma chapeta, como ironicamente chama o suposto chapão com todos os partidos, que não considera muitos, da oposição com que alguns deputados defendem que o grupo dispute as eleições para deputado federal e estadual.

Comentários