7 de junho de 2018, 20:16

EXCLUSIVALeonelli dá argumento para Rui rejeitar de vez Lídice na chapa, dizem petistas

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governador Rui Costa (PT)

As críticas dirigidas pelo ex-deputado e ex-secretário estadual de Turismo, Domingos Leonelli, ao governador Rui Costa (PT) por causa da exclusão da correligionária Lídice da Mata (PSB) da chapa com que disputará a reeleição, acabaram inviabilizando de vez qualquer tipo de entendimento entre o petista e a política socialista em torno de sua indicação para uma das vagas ao Senado.

De acordo com um político petista ouvido hoje por este Política Livre, no afã de defender a escolha de Lídice, no lugar do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Angelo Coronel (PSD), Leonelli acabou dando argumento para Rui justificar tanto na militância petista quanto entre os aliados de esquerda, aos quais a senadora é ligada, a decisão de não coloca-la na chapa.

“Depois da agressividade com que Leonelli se comportou, se Rui aceitar Lídice vai perder sua autoridade. Uma negociação dessas não pode se dar por rede social”, disse a mesma fonte, muito ligada ao governador, referindo-se ao fato de o representante do PSB ter utilizado sua conta no Facebook para atacar a escolha de Rui pelo presidente da Assembleia Legislativa.

Para um ex-secretário de Rui, Leonelli chutou o pau da barraca, numa atitude típica de quem viu que as chances de fazer a correligionária candidata a senadora se esvaírem, possivelmente por ter sabido, antecipadamente, que ela não participará da chapa. O problema, acrescentou, é que, com a atitude, o político socialista acabou dinamitando a ponte que ainda havia entre ela e Rui.

“Em termos de inabilidade política, foi um show”, acrescentou, avaliando que a animosidade existente entre o governador e a senadora só se ampliou depois da postagem de Leonelli, já que ficou muito difícil acreditar que ela não tenha estado por trás da iniciativa do ex-secretário. Segundo ele, o quadro ficou tão difícil para Lídice que nem substituir Jaques Wagner na chapa na eventualidade de o ex-governador sair candidato à Presidência da República é mais pensado no governo.

“Se havia alguma chance de Lídice ser indicada ao Senado eventualmente substituindo Wagner, isso foi por água abaixo”, declarou a mesma fonte, afirmando que Rui acabou obtendo apoio dos deputados do partido para não indicar Lídice em hipótese nenhuma ao Senado. “Agora, se for indicada e se eleger, Lídice não vai agradecer mais ao governador e sim a Leonelli”, completou.

Comentários