13 de junho de 2018, 08:51

BAHIAKiki Bispo quer PTB na majoritária de Zé Ronaldo

Foto: Divulgação

Kiki Bispo

O vereador Kiki Bispo (PTB) acredita que o pré-candidato do DEM ao governo da Bahia, José Ronaldo, tem todas as qualidades e força política suficiente para bater de frente com o governador Rui Costa (PT). Para o edil, a população ainda está distante do processo eleitoral e deve começar a conhecer o democrata a partir das ações promovidas pela base aliada de vereadores nas ruas da capital baiana. “Nenhuma eleição é definida antes do dia. Não se vence antes. Zé Ronaldo tem todas as qualidades para estar na disputa. O povo ainda está à margem do processo eleitoral. Vem aí uma Copa do Mundo e está tudo indefinido. Evidentemente, é natural que o governador Rui Costa esteja na frente, por estar na cadeira”, afirmou o edil em entrevista ao programa “Política na Mesa”, da Rádio Câmara.Kiki também disse que não restaram mágoas dos aliados de ACM Neto (DEM) após a desistência do prefeito de se candidatar. “Ele estava liderando as pesquisas e a frustração não foi só da base, mas do povo na Bahia. Mas isso já passou. Zé Ronaldo é nosso candidato. Prefeito de Feira de Santana por quatro mandatos. Creio que quando a campanha começar para valer, Salvador será fundamental. Na medida que o prefeito e a base aliada começarem a entrar nas ruas, não tenho dúvidas que ele vai crescer nas pesquisas”. O vereador também comentou a notícia de que não pretende sair do PTB e que defende a presença da legenda na chapa de Ronaldo. Indagado se a legenda vai pleitear um espaço na majoritária carlista, Kiki apresentou alguns nomes. “Temos Taissa Gama, que foi secretária do prefeito. Temos o deputado Severiano Alves e outros nomes que poderiam compor a chapa. Poderia ser na chapa diretamente ou na suplência”, listou.Ele também reafirmou a posição contra a chapa petista, que, segundo ele, é “elitista”. “A chapa do governador Rui Costa parece essa novela das 8h [Segundo Sol] que só tem brancos, representantes das elites. Vão dar um golpe muito claro na senadora Lídice da Mata. Parafraseando com a deputada Fabíola Mansur, é um feminicídio político”. Kiki desacredita que a proximidade do PTB e do grupo carlista com o governo do presidente Michel Temer (MDB) vá atrapalhar a oposição nas urnas. “O prefeito ACM Neto tem deixado muito claro a sua distância com o governo de Michel Temer por entender que há equívocos na agenda econômica e administrativa”, analisou.

Tribuna da Bahia

Comentários