14 de junho de 2018, 07:47

BAHIADelator preso na Bahia vai depor a Moro em ação contra Lula

Foto: TV Cultura

Um dos baianos presos em Salvador durante a Operação Xepa, etapa da Lava Jato deflagrada em 22 de março de 2016, vai depor ao juiz Sérgio Moro no próximo dia 29 na ação sobre o sítio de Atibaia, em que o ex-presidente Lula (PT) é acusado de lavagem de dinheiro. Empresário do ramo de imóveis em Ilhéus, Isaias Ubiraci Chaves Santos é apontado como um dos responsáveis pela confecção de planilhas e remessas de dinheiro através do chamado Setor de Propinas da Odebrecht. De acordo com as investigações da Polícia Federal (PF), ele atuava em conjunto com o Centro de Apoio e Solidariedade da Bahia (Cenasb), ONG localizada no Itaigara que foi alvo de busca e apreensão por suspeita de integrar o esquema. Após a prisão, Santos entrou na lista de delatores da Lava Jato.Arrolado pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht, Isaias Santos operava diretamente com a secretária executiva Maria Lucia Guimarães Tavares, peça-chave da investigação que revelou o setor de propinas montado na Bahia.Responsável por outro caso originado das investigações da Lava Jato na Bahia, Sérgio Moro decidirá, em breve, o destino do ex-gerente da Transpetro no Nordeste José Antônio de Jesus, suspeito de operar propinas para políticos do PT no estado. Ontem, o juiz federal recebeu os autos conclusos da ação penal para julgamento e deve anunciar a sentença no início do segundo semestre. Preso em Camaçari no fim de novembro do ano passado pela Operação Sirius, José Antônio confessou que recebia dinheiro ilícito sobre contratos com a subsidiária da Petrobras e revelou ter entregue parte dos recursos para políticos baianos.

Comentários