10 de maio de 2018, 11:10

INTERIOR DA BAHIAZona Azul é implantada em Irecê e traz benefícios para a população

Foto: Reprodução

Depois de um processo de discussão e avaliação por parte de diversos setores da sociedade, a prefeitura de Irecê implantou em definitivo a Zona Azul na cidade. O sistema começou a funcionar nesta quarta-feira, 9, e vai contribuir para a melhoria do trânsito em um dos principais municípios da região da Centro Norte da Bahia. Com cerca de 80 mil habitantes e uma população flutuante que praticamente dobra o tráfego em horários de pico, Irecê já sentia, há anos, os problemas de trânsito que são sentidos em grandes cidades. Congestionamentos e falta de local adequado para estacionar eram as principais reclamações, inclusive de comerciantes e de consumidores, já que o centro da cidade era um dos mais prejudicados com a falta de organização do trânsito. De acordo com o prefeito de Irecê, Elmo Vaz, a Zona Azul vai garantir a disciplina do sistema e a obediência das regras de estacionamento. “A cobrança será realizada pelos agentes de trânsito nas ruas, responsáveis pelo atendimento e cobrança, ou pelo aplicativo Digipare, que pode ser baixado gratuitamente no smartphone”, explica o prefeito. O estacionamento rotativo foi instituído para promover a alternância das vagas, racionalizando o uso do sistema viário em áreas adensadas, para organizar e disciplinar o espaço urbano de forma a aumentar a oferta de locais para estacionar. “As pessoas tinham muita dificuldade em parar seu carro no centro da cidade. É uma demanda histórica que estamos, enfim, resolvendo”, explica o prefeito. “Irecê é uma cidade moderna, e, como tal, precisa atualizar seu trânsito. Os principais centros do país hoje têm Zona Azul”. O projeto foi avaliado e aprovado pela Câmara de Dirigentes Lojistas do município. “A chegada da Zona Azul é muito esperada pela população, em especial por comerciantes e clientes de lojas. Muitas vezes, quem vai às compras acaba deixando o carro de lado, porque sabe que não vai ser fácil estacionar”, detalha o prefeito. O gestor chama atenção ainda para o fato de Irecê ser um polo regional e receber veículos de diversos municípios. “É inviável que todos esses veículos fiquem rodando ao mesmo tempo em busca de um local para estacionar”, conclui. Um dos principais benefícios com a implantação da Zona Azul, segundo o prefeito, é a contribuição para diminuir o congestionamento na cidade. “Essa melhora resulta em qualidade de vida, com redução de poluição do ar e sonora, além de trazer benefícios para o comércio e turismo, fomentando a economia da nossa cidade”. A Zona Azul foi aprovada, inclusive, por quem faz oposição à atual gestão de Irecê. Em um grupo formado hegemonicamente por opositores ao governo, seus componentes foram convidados a opinar em enquete sobre a importância da implantação da Zona Azul. Ao todo, 268 pessoas se manifestaram: 125 foram favoráveis e 43 foram contra. Dentro desse total, 118 opinaram como “ótima iniciativa”, 40 como “desnecessária”, 7 como “boa para a cidade” e 3 como “ruim para a cidade”. A fiscalização da Zona Azul é responsabilidade da Superintendência de Trânsito e Mobilidade de Irecê. As principais dúvidas sobre o sistema podem ser esclarecidas na seção de perguntas e respostas na página da prefeitura de Irecê – www.irece.ba.gov.br.