17 de maio de 2018, 08:22

BRASIL‘PT não pode apostar no isolamento suicida’, diz governador do Ceará

Foto: José Cruz/Ag. Brasil

O governador do Ceará, Camilo Santana, do PT, cujo padrinho político é o presidenciável Ciro Gomes (PDT)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou em entrevista ao Estadão/Broadcast estar convicto de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato, não conseguirá disputar a Presidência nas eleições deste ano. Caso este cenário seja confirmado, Santana defendeu que seu partido apoie a candidatura presidencial do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), seu padrinho político, e indique o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) como vice. Segundo ele, o PT “não pode apostar no isolamento suicida”. Leia a entrevista completa clicando aqui.

Estadão

Comentários