16 de abril de 2018, 17:20

SALVADORMP-BA vai investigar uso do Parque de Exposições pelo MST

O MP-BA acatou representação do vereador Alexandre Aleluia (DEM)

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) acatou representação do vereador Alexandre Aleluia (DEM) e abriu inquérito para investigar o uso do Parque de Exposições pelo Movimento dos Sem Terra (MST). O MP-BA quer saber os motivos pelos quais o governo baiano cedeu o equipamento público para a realização do 29º Encontro Estadual do MST na Bahia, em janeiro de 2017. De acordo com o órgão, será apurada a legalidade do ato administrativo que autorizou a medida. “O PT vinha rotineiramente se apropriando do que é público, do estado, para uso indevido de sua máquina política. Não mais. Seja na rua, seja no campo, seja nos equipamentos públicos do estado, nós vamos a partir de agora ficar em cima. Acionar a Justiça e o Ministério Público e ensinar que a Bahia não é propriedade de partido algum”, ressaltou Alexandre Aleluia. O vereador também reforçou que encaminhou ofício ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e à Procuradoria Geral do Estado (PGE) solicitando apuração das condições da cessão. “O estado ainda não respondeu, mas tudo leva a crer que o espaço foi cedido ‘de graça‘, ou seja, na conta de todos nós baianos”, supõe Aleluia.