12 de março de 2018, 14:28

EXCLUSIVAWagner mira em Jutahy durante discurso em ato de filiação de Nilo ao PSB

Foto: ASCOM/Marcelo Nilo

Ex-governador Jaques Wagner discurso em ato de filiação de Marcelo Nilo ao PSB

O ex-governador Jaques Wagner, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, aproveitou para mirar indiretamente no deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) durante discurso no ato de filiação do ex-presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo, ao PSB, esta manhã, nas dependências da instituição. Depois de elogiar a “coragem”, a “lealdade”, a “gratidão” e “dedicação” ao povo da Bahia como marcas de Nilo, Wagner lembrou de episódio envolvendo ele e os tucanos Jutahy Jr. e Antonio Imbassahy, na campanha municipal de 2008, no qual se comprometeu a reconhecer o ex-ministro do governo Michel Temer como um dos candidatos a prefeito da sua base, ao lado de Walter Pinheiro, que disputava o cargo pelo PT, e de João Henrique, candidato à reeleição pelo PMDB. Em troca, acertou com Nilo, então no PSDB, Jutahy e Imbassahy, que o partido se comprometia a apoiar sua reeleição em 2010. “Dos três, o único que cumpriu a palavra foi esse daqui”, disse, referindo-se a Nilo. Wagner disse ainda que ter habilidade na política significa ter a capacidade de articular os diferentes em torno de um projeto maior e lembrou que, quando foi governador, juntou muitos diferentes, “mas sem perder o rumo nem o prumo”. Ele também voltou a críticar o Ministério Público Federal e o Judiciário que, em sua avaliação, têm buscado criminalizar a política, lembrando que a classe política precisa ajudar a melhorar o exercício da atividade. Jutahy e Wagner são hoje os únicos candidatos praticamente declarados ao Senado na Bahia.

Comentários