14 de março de 2018, 11:22

SALVADORPrefeitura inicia processo de demolição de cinco barracos em Pituaçu

Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO

Previsão é que todas as cinco estruturas sejam demolidas hoje

A Prefeitura deu início agora há pouco à demolição de cinco barracos construídos irregularmente que ficam próximos ao imóvel que desabou ontem (13) na comunidade do Alto de São João, em Pituaçu. Essas cinco casas fazem parte das sete que foram interditadas ontem pela Defesa Civil de Salvador (Codesal) por falta de segurança estrutural. Os outros dois, a princípio, não precisarão ser derrubados. Todas as sete famílias, inclusive aquelas que habitavam as duas casas que a princípio não serão demolidas, receberão auxílios sociais da Prefeitura. Hoje, a a Codesal interditou mais um imóvel na comunidade, a pedido da moradora Alda Maria de Jesus, de 51 anos, que é doméstica. “Quando choveu agora, teve muita infiltração. E há paredes rachadas”, contou a moradora, que vive com o esposo e foi cadastrada para receber auxílio-moradia, além de ter assegurado todo suporte da Prefeitura para a mudança dos móveis. “Esse é o procedimento correto: quando há situação de risco estrutural, a população precisa acionar a Defesa Civil através do telefone 199. A Prefeitura, através de seus diversos órgãos, vai dar todo o suporte e segurança necessárias a essas famílias”, afirmou o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macedo. Além da Codesal e da equipe da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), que promove a demolição das estruturas, a Limpurb também está na área para realizar toda a limpeza e retirada dos entulhos. A previsão é que todas as cinco estruturas sejam demolidas hoje.

Comentários