14 de fevereiro de 2018, 15:48

SALVADORPrefeitura estuda novos espaços para ampliar a pipoca no Carnaval

Foto: Valter Pontes/Secom PMS

Prefeito ACM Neto faz balanço do Carnaval 2018

O prefeito ACM Neto anunciou, nesta Quarta-Feira de Cinzas (14), que será realizado um estudo pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) sobre ocupação de novos espaços públicos para o Carnaval. Essa preocupação, de acordo com o prefeito, vem exatamente da nova realidade observada na folia deste ano, que registrou um número maior de pessoas nas ruas a partir do fortalecimento das atrações sem cordas. Uma das possibilidades estudadas é do da criação de novos espaços, disse ACM Neto, em coletiva de balanço realizada na manhã de hoje (14), no Campo Grande. “Queremos avaliar, nesse estudo, quais os movimentos futuros para o Carnaval de Salvador. No passado, tínhamos apenas o circuito do Centro, depois foi dividido também para a Barra, que, posteriormente, passou a concentrar grande parte dos foliões. Agora, no entanto, voltamos a observar um equilíbrio entre os dois locais por conta do estímulo aos desfiles sem cordas. Isso não quer dizer que os resultados desse estudo sejam implementados num curto prazo, mas precisamos levar em conta essa nova realidade com o crescimento da pipoca”, observou ACM Neto. Nesse ano, cerca de 1,8 milhão de pessoas curtiram a pipoca diariamente no Carnaval, com destaque para o domingo, a segunda e a terça-feira no Circuito Osmar (Centro), que passou, ao longo dos últimos anos, por um esvaziamento em decorrência da preferência de grande parte dos blocos comerciais pelo Circuito Dodô (Barra-Ondina). “Certamente, a pipoca é o destaque principal deste Carnaval. Esse não é um movimento contra ninguém; é um movimento a favor da vontade das pessoas. Esse movimento é, inclusive, um elemento de comemoração do que foi planejado para este ano”, destacou o prefeito.

Comentários