14 de fevereiro de 2018, 13:51

BAHIACarnaval de Salvador não registra nenhum homicídio

Foto: Ascom/SSP

O secretário da Segurança Pública, Mauricio Barbosa

O Carnaval da Bahia, que terminou na manhã desta quarta-feira (14) sem qualquer registro de morte ou tentativa de homicídio, atraiu 2,1 milhões de turistas ao estado, segundo estimativa da Secretaria do Turismo do Estado (Setur), sendo 750 mil apenas em Salvador. Os números, apresentados em coletiva no Hotel Sheraton, na capital, nesta quarta, fazem a folia de 2018 a mais tranquila dos últimos anos. O evento teve a participação de secretários de Estado e outras autoridades. O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, destacou que o maior investimento que o Governo da Bahia fez no Carnaval foi em Segurança: R$ 45 milhões. “Nós devolvemos esses recursos em forma de resultados. A aprovação da atuação da Polícia Militar no circuito foi de 84,3%, da Polícia Civil de 95,9%, da Polícia Técnica de 79,5% e dos Bombeiros de 97%”. Barbosa afirmou que o planejamento foi muito bem feito e muito bem executado. “Tudo aquilo que nós nos propusemos a fazer, nós conseguimos. Os portais foram um divisor de águas dos Carnavais. Desde que foi criado, em 2016, houve uma queda abrupta dos registros e este ano encerramos a festa sem homicídio e sem disparo de arma de fogo no circuito”. Embora se mantenha estável em 2018, o número de lesões corporais segue uma tendência de redução ano após ano. Comparando os índices de 2011 aos de 2018, este tipo de crime caiu em 55,4%, passando de 222 para 99. Os crimes contra o patrimônio (roubos e furtos) seguiram o mesmo ritmo de decréscimo. Em 2018 foram 764 ocorrências contabilizadas, contra 919 no ano passado, representando, queda de 16,9%. Em relação a 2011 (968 x 764), a redução alcança a marca de 16,9%.

Comentários