12 de janeiro de 2018, 17:40

BRASILPresidente do TRF-4 pede ‘manifestações pacíficas’ no julgamento de Lula

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) – o Tribunal da Lava Jato -, desembargador Carlos Alberto Thompson Flores, pediu nesta sexta-feira, 12, “manifestações pacíficas” no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcado para dia 24. Durante reunião com deputados petistas em seu gabinete no TRF4, em Porto Alegre, Thompson enfatizou: “Os senhores representam parcela da sociedade como membros do Poder Legislativo. Aceitamos prontamente a colaboração para assegurarmos a segurança de todos os envolvidos no julgamento do dia 24 e, também, pedimos que divulguem a mensagem por manifestações pacíficas.” Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro supostamente recebido da empreiteira OAS no processo sobre o triplex do Guarujá. O ex-presidente terá seu recurso julgado pelos desembargadores da 8.ª Turma do TRF4 no próximo dia 24. O julgamento é cercado de grandes expectativas. Porto Alegre poderá receber muitos manifestantes. Nesta sexta-feira, 12, deputados estaduais e federais petistas foram a Thompson tratar de questões de segurança em torno dos atos previstos a favor de Lula, nas imediações da Corte federal em Porto Alegre.

Estadão Conteúdo

Comentários