7 de dezembro de 2017, 17:00

BAHIAAleluia: Dados oficiais desmentem Rui e Otto sobre perseguição

Foto: Divulgação

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM)

“Se evita falar do fracasso da política de segurança pública do governador Rui Costa, como é que o senador Otto Alencar agora vai explicar que o empréstimo de R$ 600 milhões não saiu por incompetência do aliado petista?”, diz o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) sobre a avaliação das contas do governo pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que classificou a Bahia com capacidade de pagamento “C”. Nessa condição, a União não garante empréstimos de entes federados. “Fazendo coro a Rui do PT, Otto esperneava na imprensa que a perseguição de adversários políticos impedia a liberação do empréstimo. E agora, senador?”, questiona Aleluia. De acordo com o boletim de finanças da STN, os níveis de liquidez e poupança da Bahia são insuficientes e impedem que a União avalize o financiamento. “Essa é a verdade! O empréstimo não saiu, porque o governo de Rui do PT e Otto Alencar é incompetente. Em vez de ficar falando mal de ACM Neto por despeito, Rui e Otto deveriam ter humildade e pedir ao prefeito de Salvador uma aula de gestão pública”, observa o deputado democrata. Aleluia destaca que a prefeitura de Salvador, desde o início da administração de ACM Neto, tem conceito A e está habilitada a requerer financiamentos com o aval da União. “Esta é a diferença entre ACM Neto e aqueles que tentam lhe detratar: Neto faz a coisa certa e assume suas responsabilidades. Já Rui e seus acólitos exploram a boa fé do povo baiano com muitas mentiras”.

Comentários