6 de novembro de 2017, 18:00

INTERIOR DA BAHIAPedro Tavares diz que autonomia da Ceplac representa vitória da região​ Sul​

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) retoma a autonomia como órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, conforme a Lei 13.502/2017, publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira, 03. A medida foi comemorada pelo deputado estadual Pedro Tavares, presidente do PMDB na Bahia, que sempre levantou a bandeira em prol do fortalecimento da lavoura cacaueira. O parlamentar destaca que o resultado faz parte de uma junção de esforços de vários segmentos da sociedade, como parlamentares, produtores, funcionários, entre outros. “Vamos lutar e acompanhar para que a nova estrutura esteja adequada às necessidades da lavoura, contribuindo nas atividades de pesquisa, extensão e tecnologia. O fortalecimento da Ceplac sempre foi uma de nossas bandeiras e terá sempre o nosso apoio. Continuaremos atentos para que este importante órgão continue a contribuir com a nossa região e nosso Estado. Agora, o próximo passo é para que o cacauicultor volte a ter acesso ao crédito através da equalização das dívidas, que é, sem dúvidas, fundamental para revitalização da lavoura cacaueira”, destacou o parlamentar. Com a nova lei, a Ceplac passa a ter condições de ampliar a inserção nos sistemas agroflorestais, que, além do sistema Cabruca, abrange o bioma amazônico e Mata Atlântica. O órgão terá, também, condições de fazer captação de recursos por meio de convênios nacionais e internacionais.

Comentários