14 de agosto de 2017, 12:48

INTERIOR DA BAHIAFesta da Boa Morte fortalece turismo em Cachoeira

A programação da Festa da Boa Morte, que se realiza em Cachoeira, no Recôncavo Baiano, tem seu ponto alto nesta terça-feira (15), quando se comemora a Assunção de Nossa Senhora. Considerada Patrimônio Imaterial da Bahia desde 2010, a celebração da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte destaca-se como uma das mais importantes do calendário religioso do Estado, o que garante intenso fluxo turístico para o município (110 quilômetros de Salvador).Os festejos da Boa Morte atraem muitos olhares porque contam a história de mulheres negras que conquistaram espaço na sociedade e decidiram se unir para comprar a liberdade daqueles que ainda eram mantidos no modelo escravagista. Com força, perseverança e fé, elas criaram a Irmandade da Nossa Senhora da Boa Morte, confraria religiosa afro-católica responsável pela alforria de inúmeros escravos.”Os festejos, realizados anualmente desde o século XIX, celebram a conquista da liberdade por homens e mulheres beneficiados pelo árduo trabalho da Irmandade. Dada sua importância histórica, despertam o interesse de turistas estrangeiros (norte-americanos, europeus e africanos), centenas de jornalistas, operadores e agentes de viagens, lotando hotéis, pousadas, restaurantes e bares”, afirma o secretário do Turismo da Bahia, José Alves.As secretarias do Turismo (Setur) e da Cultura (Secult) da Bahia apoiam a realização do evento e comemoram o êxito da iniciativa. Segundo Jomar Lima, da Irmandade da Boa Morte, a expectativa é que o número de visitantes seja maior do que o registrado no ano passado, chegando a mais de 30 mil pessoas. Para ele, o apoio das secretarias foi fundamental e ajudou na divulgação da festa.Este ano, a maior parte dos hotéis e pousadas de Cachoeira já está com 100% de ocupação para os dias do evento. É o caso da Pousada Identidade Brasil, que recebe principalmente visitantes da região Sudeste. Gerente da pousada, Elitânia de Souza destacou que eles devem ficar até sábado (18), para conhecer a cidade e seus pontos turísticos. A festa da Boa Morte também fomenta o setor de alimentação da cidade, com um aumento no número de refeições servidas diariamente. Como a Pousada e Restaurante Pai Thomaz, que, segundo o gerente Daniel Santana, em um fim de semana comum serve cerca de 100 refeições diárias e no período do evento terá essa demanda triplicada.

Comentários