13 de agosto de 2017, 07:35

BAHIAAtrações do Governo do Estado mobilizam público no quarto dia da Campus Party Bahia

Neste sábado (12), o último dia da área gratuita da Campus Party Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, atraiu público de todas as idades interessado nas novidades da tecnologia. Os simuladores de realidade do estande do Governo do Estado foram as atrações mais disputadas. Entre as experiências, foi possível realizar um sobrevoo de ultraleve, na Chapada Diamantina, e pilotar um avião da Força Aérea Brasileira. “Achei muito legal e interessante também as informações que aparecem durante a viagem”, disse o estudante Lucas da Rocha, que afirmou ter sentido até frio na barriga durante a simulação. No mesmo espaço, o público também teve a oportunidade de conhecer as novidades sobre games. O jogo ‘Deu Zika’ fez sucesso com a garotada. “Dentro do jogo, a pessoa só avança por meio do conhecimento. Ele vai jogando, e, dentro dessa brincadeira, de forma lúdica, a gente passa informação, conscientização, prevenção sobre a doença, todos os problemas que são causados por ela e a forma de combater o mosquito. Tudo isso em forma de quiz [ jogo de perguntas e respostas]“, explicou Jai Souza, CEO da Moovi Estúdios, empresa que desenvolveu o game. O estudante Enzo Trindade, 11 anos, disse que amou. “Quando eu souber como é que eu vou conseguir esse jogo, vou direto comprar ele”. O jogo deve estar disponível dentro de 30 dias, na web e no Facebook da empresa.As crianças tiveram uma programação exclusiva. No Espaço Kids, a tecnologia ganhou a companhia da leitura tradicional. “Esse é um projeto que acredita que a tecnologia pode estar aliada à literatura infantil para permitir que a mesma seja ainda mais interessante para a criança. Então, a gente cria um livro que é da própria criança. Ela é o personagem principal da sua própria história. Cada criança pode criar o seu personagem e o livro vai ter o nome dela e do personagem nessa pequena grande aventura”, enfatizou a escritora Emília Nunez, autora do projeto da startup Tibi. O livro pode ser construído por meio do site da empresa. (www.tibi.com.vc) A ideia de ter um livro personalizado agradou aos amigos João Gabriel e João Pedro. “Eu achei muito inspirador e muito legal porque você pode fazer sua própria história e vai ter uma pequena aventura, dinossauros, piratas, animais selvagens, muita coisa”, afirmou João Gabriel, 11. “Eles foram muito criativos por ter essa ideia de fazer um livro em que você pode ser, se vê como o personagem principal”, declarou João Pedro, 10. Ainda na Open Campus, a etapa baiana da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) foi realizada dentro da Campus Party. A parceria atraiu mais visibilidade para a disputa. “Isso foi um grande ganho por causa do público presente. A OBR, anteriormente, era muito restrita. Agora, não. Todo mundo está conhecendo e, ano que vem, a gente vai com certeza ter mais participantes”, ressaltou o membro da Comissão Organizadora da OBR Bahia, Justino Medeiros.

Comentários