18 de maio de 2017, 09:20

SALVADORPaulo Leal é eleito coordenador do Carnaval de Salvador 2018

O Carnaval de Salvador do próximo ano será coordenado pelo empresário Paulo Leal, presidente da Associação Baiana de Trios Independentes (ABTI). Ele foi eleito na última segunda-feira (15), ao lado de Pedro Costa, que permanecerá no comando do Conselho Municipal do Carnaval (Comcar). A eleição foi realizada na sede da Associação Brasileira de Agência de Viagens da Bahia (Abav-BA), no Lucaia.Carnavalesco há 38 anos e sobrinho do inventor do trio elétrico, Osmar Macedo (que dá o nome ao circuito do Campo Grande/Avenida), Paulo Leal assumirá, pela primeira vez, a coordenação da maior festa popular de rua do mundo. “Estou preparado para enfrentar esse desafio que é a coordenação do Carnaval de Salvador. Meu objetivo é conversar muito, criar debates, mas ser prático, sem muita teoria e ouvir todos os segmentos envolvidos”, disse o novo coordenador-executivo, ressaltando que sua primeira medida será reunir com o prefeito ACM Neto. “Vamos trabalhar juntos, discutir e tentar achar um caminho para sempre melhorar a festa. O Carnaval é um ciclo e precisamos pegar um pouco do antigo e adaptar para hoje na nossa modernidade”. Segundo Leal, que está à frente da ABTI há 2 anos, outro objetivo é fortalecer as festas populares em Salvador. “Nossas festas populares eram cartão de visita para o Carnaval, mas as pessoas deixaram de compartilhar mais essa riqueza cultural. Temos que tentar salvar isso, mesmo com a eliminação do trio elétrico na Lavagem do Bonfim, vamos pensar em equipamentos pequenos, mas que volte a ter aquele glamour, também com uma melhor estruturação dos barraqueiros e mais oportunidades aos nossos músicos. Temos que abrir o debate”. Empresário especialista em produções artísticas e na captação de recursos públicos e privados, Paulo Leal iniciou a sua carreira ao lado do tio Osmar ainda jovem, aos 14 anos. Aos 18, construiu o seu primeiro trio elétrico e em 1998 cumpriu a promessa de transformar a “Fobica de 1950” em tamanho de trio: o famoso “Fobicão” – hoje, o trio elétrico “Armandinho, Dodô & Osmar”, maior símbolo do carnaval baiano. Ele também foi o criador de diversas micaretas pelo país, como o Carnaval em Natal em 1988 (que passou a se chamar Carnatal em 1991), Micabral em Sobral (CE), Micandeias em Candeias (BA) e Carnaoeste em Barreiras (BA), além de festas de São João e de São Pedro nos municípios baianos de Santo Antônio de Jesus, Bom Jesus da Lapa e Lauro de Freitas. O conselho é formado por 32 membros representativos dos poderes Executivo, Legislativo e Estadual. Além de Paulo Leal e Pedro Costa, a nova mesa-diretora 2017/2018 do Comcar agora passa a ser composta por Jairo da Mata, 1° vice-presidente e representante da União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba); Sidnei Bonfim, 2° vice-presidente e representante do Sindicato dos Músicos da Bahia (Sindimúsicos-BA); e Albry Anunciação, secretário-geral e representante da Associação de Blocos de Salvador (ABS).

Comentários