20 de abril de 2017, 20:55

BRASILEm defesa de procuradores da Lava Jato, Álvaro Dias critica Renan no plenário

O senador Álvaro Dias (PV-PR) criticou a fala do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), que subiu o tom nesta quinta-feira, 20, contra a força-tarefa da Operação Lava Jato. Em discurso, Renan afirmou que o perfil político-ideológico imposto pelo Ministério Público Federal (MPF) nas investigações tem ficado “evidente”.”Chegaram a afirmar hoje que a força-tarefa da Lava Jato joga a população brasileira contra o Congresso. Isso é inverossímil! O que joga a população brasileira contra o Congresso é a corrupção é esse mar de lama exposto aos olhos da Nação. Esse mar de lama sim, joga o povo brasileiro contra o Congresso”, rebateu Dias.Ontem, três procuradores da força-tarefa da Lava Jato publicaram um vídeo nas redes sociais para criticar o relatório apresentado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) sobre a proposta que atualiza a lei do abuso de autoridade. Para Renan, a iniciativa “deforma a realidade e confunde a população” sobre o teor do projeto.Dias disse que não se conforma quando ouve “ataques intempestivos a instituições públicas que estão recuperando credibilidade” do País. “Aqueles que integram o Ministério Público, circunstancialmente exercendo essa função histórica na força-tarefa da Operação Lava Jato, como Deltan Dallagnol e os seus colegas de missão, honram a população brasileira e devem ser defendidos, mesmo que eventualmente possam cometer equívocos”, defendeu Dias.

Estadão Conteúdo

Comentários