7 de março de 2015, 08:00

BAHIACaetano sugere que Ademar corte “gratificações de apadrinhados”

Foto: Divulgação

“Se Ademar cortar as gratificações dos seus apadrinhados consegue pagar o piso dos professores”. A afirmação é do deputado federal Luiz Caetano (PT-BA), que defendeu que os vereadores de Camaçari organizem uma força-tarefa para convencer o prefeito da cidade, Ademar Delgado, a negociar com os professores e encontrar uma solução para greve na educação que já dura quatro dias. ”Os 40 mil alunos da rede municipal de Camaçari não podem ser prejudicados. O prefeito tem que pagar o piso salarial dos professores, é lei. Basta Ademar cortar o aumento da gratificação especial (CET) que concedeu aos seus apadrinhados que sobra dinheiro para cumprir o acordo com os professores”, alfinetou. Segundo o Sindicato dos Professores e Professoras de Camaçari (Sispec), a greve foi motivada pelo não cumprimento de acordos dos anos de 2013 e 2014 pela atual gestão.

Comentários