27 de janeiro de 2015, 16:28

BAHIAMédicos, professores e policiais não serão mais cedidos por Estado

Foto: Manu Dias/Divulgação/Secom-Gov

Governador Rui Costa anunciou a medida em encontro com jornalistas na tarde desta terça (27)

O governador Rui Costa (PT) anunciou hoje que não vai renovar a cessão de professores para órgãos como Tribunais, a Assembleia Legislativa e Prefeituras como forma de poder aproveitar os profissionais nas escolas. “Se temos falta de professores nas escolas, não faz sentido que atuem em outras áreas que não no ensino. O mesmo vale para a segurança e a saúde”, disse Rui em encontro nesta terça-feira com jornalistas que pretende repetir regularmente pelo menos uma vez por mês. Segundo o governador, não faz sentido que as Dires (Diretorias Regionais de Saúde) estejam lotadas de cardiologistas, enfermeiros, anestesistas e obstetras, quando há uma carência enorme de profissionais destas especialidades nos hospitais. “Ao longo dos anos, as pessoas foram sendo transferidas para as Dires”, afirmou o governador, observando que o mesmo se aplica aos policiais em desvio de função. Ele também admitiu um contingenciamento informal no orçamento do Estado, medida que tem sido adotada por outros governadores em função da crise.

Comentários