27 de fevereiro de 2012, 14:37

EXCLUSIVACarballal nega que PT possa trocar rejeição de contas da Prefeitura por apoio a Pelegrino

Foto: A Tarde

Henrique Carballal, líder do PT na Câmara de Salvador

O líder do PT na Câmara de Vereadores, Henrique Carballal (PT), negou, em entrevista ao Política Livre, que sua legenda possa trocar a rejeição de contas do prefeito João Henrique (PP) por apoio da Prefeitura à candidatura de Nelson Pelegrino (PT). “Nós estamos em reunião com a bancada, estamos aqui praticamente fechados de que vamos votar em unidade contra as contas do prefeito João Henrique. O vereador Alcindo, inclusive, disse que não deu as declarações que foram publicadas. Nunca foi cogitado trocarmos qualquer postura por apoio à candidatura do deputado Nelson Pelegrino. Eu repudio de forma veemente qualquer tipo de ilação sobre qualquer movimentação nossa nessa direção”, afirmou Carballal. O vereador respondeu ainda as críticas do deputado federal e presidente estadual do PMDB, Lúcio Vieira Lima, que disse que o PT estava praticando uma “inidoneidade” ao, supostamente, propor esta troca. “Lúcio deveria se preocupar com a bancada do PMDB, que ele não controla. Lúcio deveria ficar com as barbas de molho porque as contas da prefeitura são da época que o PMDB mandava na gestão, que Lúcio e Geddel falavam pela Prefeitura. O mandato de Lúcio inclusive ele deve agradecer muito a João Henrique. Se houve irregularidade, a responsabildiade é do PMDB e do DEM. A situação em que a cidade se encontra se expressa nas contas”, atacou. Carballal afirmou que o PT pretende ainda fazer um ciclo de debates com a sociedade para expor as razões pelas quais as contas municipais devem ser rejeitadas. (Thiago Ferreira)

Comentários