26 de janeiro de 2012, 15:52

EXCLUSIVAEXCLUSIVO: Petistas querem usar metrô para demolir Memorial a Luis Eduardo, mas Wagner pede alternativa

Governador foi amigo pessoal de Luis Eduardo e quer solução melhor para o caso do Memorial do deputado

Ao assumir as obras do metrô da Paralela, o governo do Estado chamou para si um impasse representado pelo Memorial do ex-deputado Luis Eduardo Magalhães, localizado exatamente no centro do canteiro central da pista onde o equipamento vai ser construído. Petistas mais radicais têm defendido abertamente que o trator passe, sem dó nem piedade, sobre a homenagem, concebida pelo arquiteto carioca Luis Paulo Conde e cuja inauguração, da época em que o carlismo vivia o seu auge, trouxe à Bahia o então presidente da República Fernando Henrique Cardoso, amigo pessoal do parlamentar falecido prematuramente aos 43 anos, de um infarto. A sugestão, entretanto, não teria agradado o governador Jaques Wagner (PT), que também foi amigo pessoal de Luis Eduardo. Wagner já teria pedido a setores do governo que estudem uma alternativa para o Memorial, que se tornou um ponto de visitação na capital e já foi motivo de polêmica por causa de sua manutenção e, inclusive, pelo fato de obrigar o Estado a manter policiais na área, para evitar a ação de vândalos.

Comentários