24 de maio de 2010, 12:17

Aliados do PSDB querem chapa Serra-Aécio, mas negam pressão

Aliados do PSDB na corrida ao Planalto, o DEM e o PPS têm expectativa de que o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves abra mão de sua candidatura ao Senado para integrar como vice a chapa do presidenciável tucano, José Serra. Nesta segunda-feira, o presidente do Democrata, deputado Rodrigo Maia (RJ), reforçou que o político mineiro é o “único nome para o cargo que gera unidade entre os partidos da oposição”. No entanto, o parlamentar carioca nega que esteja fazendo qualquer tipo de pressão nesse sentido. Aécio retorna nesta segunda de viagem à Europa. Em evento nesta sexta-feira (21), antes de ser divulgada a terceira pesquisa apontando crescimento da petista Dilma Rousseff na corrida ao Planalto, o presidente do PPS, Roberto Freire, disse ao Terra que está “torcendo” por chapa com Serra e Aécio na corrida ao Planalto. “Estou torcendo, mas não quero me decepcionar”, disse. Acrescentou ainda que prefere não nutrir muitas expectativas para evitar frustrações. (Terra)

Comentários