22 de dezembro de 2008, 18:26

Wagner diz que Geddel não é aliado difícil, mas “proativo”

Durante almoço de confraternização hoje com jornalistas, o governador Jaques Wagner (PT) foi questionado pelo Política Livre sobre se considerava o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), principal liderança baiana do PMDB, um aliado difícil. Resposta: “Não”. Na sequência, recebeu um petardo da jornalista Patrícia França, de A Tarde: “(Geddel) É confiável?” Wagner respondeu que sim. Ao final do almoço, quando já se encaminhava para deixar a sala em que ocorreu o encontro, o governador voltou ao termo confiável, repetido por ele algumas vezes durante a entrevista, ressaltando que a expressão se inseria no contexto político, e fez um complemento sobre o perfil de aliado do ministro: “Podemos dizer que ele é um aliado proativo, o que significa que dá mais trabalho, mas é importante no processo de construção política”.

Comentários