16 de dezembro de 2008, 18:08

Em evento de esquerda, Vânia Galvão diz que João Henrique governa com mágoa

Por Thiago Ferreira 

A presidente do PT de Salvador, vereadora Vânia Galvão, criticou na manhã de hoje, em evento organizado pelo partido com o PCdoB e o PSB para discutir a crise internacional, a defesa que o prefeito João Henrique (PMDB) fez ontem de aproximação com o democratas em 2010.

“Quero crer que não seja uma posição do PMDB, mas do prefeito João Henrique, que não consegue, infelizmente, ter uma posição republicana e manter uma coisa que não é possível na política, que é governar com muita mágoa. É como se estivesse governando com mágoa, permanentemente. Não consegue fazer uma avaliação política do processo e se coloca desta forma”, completou a vereadora.

A petista defendeu ainda o PT da acusação de traição feita pelo peemedebista. “Se formos pegar quem traiu, quem não traiu, o PDT poderia imaginar que João Henrique traiu ele quando se utilizou o tempo todo da sigla do PDT, se elegeu e, de repente, resolve sair do PDT e ir para o PMDB. No entanto, não colocamos desta forma. Isto faz parte, a política é dinâmica”, disse.

Segundo Vânia, não houve traição. “O PT deu uma grande contribuição ao governo municipal em todas as áreas onde atuou. Não só o PT como os outros partidos de esquerda. Fizemos uma avaliação que o PT, que tem a presidência da República, tem o governo de Estado, deveria apresentar um projeto para a cidade de Salvador”.

Comentários