26 de maio de 2008, 01:00

EXCLUSIVO: Wagner ganha primeiro round em Salvador e elege Pinheiro candidato do PT

O governador Jaques Wagner e a cúpula do PT são os principais vitoriosos da prévia que escolheu há pouco o deputado federal Walter Pinheiro candidato a prefeito do partido na capital baiana. Quando a disputa esquentou, Wagner fez saber a todos no PT e, por extensão, fora dele, quem era seu candidato.

Depois de tentar até o último momento impedir a consulta -  a data de sua realização chegou a ser alterada em uma semana a fim de assegurar tempo para trabalhar por Pinheiro – e exercer uma grande pressão pela renúncia de Nelson Pelegrino, a cúpula petista finalmente comemorou nesta madrugada o resultado. Com o governador.

A vitória nas prévias, que deu uma forte sacudida na militância partidária, entretanto, está longe de assegurar outra infinitamente mais importante, que é a das urnas em outubro. Apesar da possibilidade de unir rapidamente em torno dele PSB e PCdoB, Pinheiro tem traço nas pesquisas de intenção de voto em Salvador.

Além disso, o partido e o pré-candidato estiveram praticamente paralisados no extenso período que antecedeu as prévias, numa posição que nada acrescentou ao seu patrimônio eleitoral. O desafio agora é recuperar o tempo perdido através de uma fórmula que até mesmo o PT desconhece.

Começar atraindo os pouco partidos ainda indefinidos e outros que já travaram namoro ou matrimônio com as candidaturas já colocadas faz parte da estratégia, mas está longe de assegurar a vitória final, cuja responsabilidade fica agora nas mãos da principal estrela do partido no Estado, o governador.

Comentários